Boca da Onça, a maior cachoeira do Mato Grosso do Sul

A fazenda Boca da Onça, localizada em Bodoquena, a 59 km de Bonito é um verdadeiro paraíso ecológico, seja por sua belíssima sede, super estruturada com duas piscinas de água corrente com peixes típicos da região, ducha natural, bar, restaurante, salão de jogos, redário, salão de vídeo entre outros espaços aconchegantes e também pelas belezas naturais da região. Nela realizamos uma de suas atividades, a Trilha da Boca da Onça, um percurso de 4 km que passa por diversas cachoeiras, inclusive, pela cachoeira Boca da Onça, a maior cachoeira do Mato Grosso do Sul.
Ao chegar na fazenda somos recebidos com um delicioso café da manhã, momento que serve também para curtir o imenso casarão da fazenda que tem uma linda vista para a Serra da Bodoquena.
piscina boca da onca

Boca da Onça

Depois seguimos com o carro do atrativo até o início da trilha. Durante a caminhada percorre-se aproximadamente 4 km por trilha na mata preservada às margens do Rio Salobra. Sendo que uma boa parte da trilha são por algumas escadarias em degraus feitos de madeira que ao todo somam 886 degraus.
boca da onca escadaria

Umas das enormes escadarias da trilha

Nossa primeira parada é no mirante da Serra da Bodoquena, onde é possível realizar o maior rapel de plataforma do Brasil. Com seus 90 metros de altura a plataforma se projeta sobre o abismo do cânion do Rio Salobra. Ali, temos uma visão lindíssima e privilegiada do percurso que vamos trilhar margeando o rio.
rio da boca da onca

Vista através da plataforma de rapel

rapel mais alto do brasil

Vista através da plataforma de rapel

maior plataforma de rapel

Plataforma de rapel vista de baixo durante a trilha

Continuamos descendo a trilha pela mata, aliás bastante íngreme as escadarias, até parar na  maior cachoeira do estado, a lindíssima Cachoeira da Boca da Onça, com 156 metros de altura, o equivalente a um prédio de 52 andares. Que espetáculo da natureza! Nela nem nos banhamos, preferimos ficar contemplando…
maior cachoeira do mato grosso do sul

Cachoeira da Boca Onça

maior cachoeira mato grosso

Cachoeira da Boca Onça

Como o guia nos sugeriu, deixamos para entrar na água na próxima parada onde podíamos nadar no rio e ao mesmo curtir a imensa queda da Boca da Onça ao fundo.
cachoeira maior mato grosso do sul

Cachoeira da Boca Onça ao fundo

Assim, seguimos pela trilha realizando várias paradas para banho em rio e cachoeiras. Cada uma mais linda do que a outra. Todas as paradas têm deck  para apreciá-las. Aliás, durante o percurso da trilha há um quiosque onde os visitantes podem descansar por cerca de 15 minutos. Nele tem algumas bebidas e lanches para quem desejar comprar e repor as energias. É no quiosque também que há possibilidade de desistir da trilha, um carro de apoio pode ser pedido para levar de volta à sede da fazenda. No nosso grupo não houve desistência, assim continuamos pela trilha apreciando e adentrando em algumas cachoeiras.
cachoeira anta

Cachoeira da Anta

cachoeira fantasma

Cachoeira do Fantasma

Um dos atrativos naturais da trilha e instigante de observar são os depósitos de tufas calcárias, que formam cachoeiras e piscinas naturais, porém algumas são proibidas de entrar, assim como em algumas cachoeiras. Aquelas permitidas, são sinalizadas e possuem boias e coletes salva-vidas disponíveis para pessoas que não sabem nadar ou estejam inseguras.
piscina calcaria

Tufas calcárias

Destaque também é o Buraco do Macaco, uma espécie de poço azul, belíssimo e onde só se chega passando por baixo de uma caverna! Além de instigante é emocionante! Vale muito a pena ir ao Buraco do Macaco, sua água cristalina é fantástica! Único perigo é bater a cabeça nas rochas, mas não se preocupe, abaixo da “caverna” há um cabo de aço que serve como guia.
Buraco do Macaco

Buraco do Macaco

cachoeira macaco

Cachoeira do Buraco do Macaco

Depois de uma manhã de muita caminha, eis que regressamos ao receptivo da fazenda, onde é servido o almoço. Um fogão a lenha mantém as panelas de ferro com comida caseira quente. A comida é feita com os ingredientes da própria fazenda. Que comida, só não repeti pela terceira vez porque deixei um espaço para as sobremesas. hehe
cozinha boca da onca

Cozinha da Boca da Onça

É um passeio fantástico! Tem que ter pique para seguir nas trilhas, mas há sempre pontos de parada. A vista da plataforma de rapel nos dá um aperitivo da grandiosidade e beleza do local. Imperdível ir a Bonito e não conhecer a maior cachoeira do Mato Grosso do Sul.

Como chegar Boca da Onça

A Fazenda Boca da Onça está localizada na cidade de Bodoquena,  a 59 km de Bonito indo pela MS 178 Pantanal. Estrada em boas condições e bem sinalizada, sendo os últimos 10 km por estrada de terra. Qualquer tipo de carro acessa o local, não sendo necessário veículo 4×4.
O ingresso para todos os atrativos de Bonito e região são emitidos por agências de turismo. Os preços dos passeios são iguais em todas as agências. Para os preços os atualizados, consulte aqui → Associação dos Atrativos de Bonito.
→ Para outras informações acesse o site da Boca da Onça: www.bocadaonca.com.br
Rodrigo Nominato
* Viajamos a convite do Hotel Águas de Bonito e o passeio teve o apoio da Boca da Onça Ecotur
#Explore #Compartilhe e #VolteSempre
Siga o aventure-se.com no Instagram | Siga no Twitter
Anúncios
Galeria | Esse post foi publicado em viagens e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Boca da Onça, a maior cachoeira do Mato Grosso do Sul

  1. Pingback: Roteiro de 7 dias em Bonito/MS | aventure-se.com

  2. Pingback: Bonito, Mato Grosso do Sul – Todos os posts | aventure-se.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s